Como os chineses se comportam em um jogo de futebol

Tempo de leitura: 2 minutos

Eu estava estudando na China, em Hebei, e o time da cidade é o Shijiazhuang Ever Bright era o  tipo de jogo de futebol popular entre o pessoal.

Antes de ir, eu já sabia da existência desse time mas não tinha nenhuma relação com o time nem nada.

Com o passar do tempo, fui me adaptando ao lugar, conhecendo mais as coisas… E um amigo meu – Guilherme – que gosta muito de futubol disse que tinha uma brasileiro (o Matheus Nascimento) dentro desse time.

E que inclusive costumava o encontrar pela cidade.

Aí na hora eu disse: vou mandar mensagem pra ele! Mesmo que ele não respondesse, seria legal tentar.

E pra minha surpresa: ele respondeu! hahaha

E desde então começamos a desenvolver uma amizade. E ai o Mateus reuniu a galera e conhecemos diversos outros jogadores brasileiros também.

Com isso, cresceu um amor pelo time Shijiazhuang. Até porque, eu não conseguia acompanhar meu time Botafogo, já que aconteciam os jogos nos mesmos horários das minhas aulas.

Então ou eu matava aula pra assistir aos jogos, ou eu assistia em sala… Nenhuma dessas alternativas é uma boa opção…

O que me chamou mais atenção?

O universo que cerca esse time!

De fato, quando comecei a acompanhar o futebol na China, percebi que se parece muito com o nosso estilo de futubol.

Claro que aqui no Brasil, temos um “fanatísmo” muito maior. Porém, a China também tem uma base grande de torcedores, tem um mercado muito atrativo porque o futubol lá não funciona tanto a politicagem como no Brasil, ele está mais associado à empresas.

Esse modelo chinês, é até bem parecido com o dos Estados Unidos, que chama atenção à partir de empresas que investem pesado nesse segmento. E com isso, não contece o que geralmente acontece no Braisil.

Onde o Botafogo por exemplo, acumula quase que 1 bilhão de dívidas aqui no Brasil.

Convite para assistir os jogos na China

O Matheus nos fez um convite para um jogo do Shijiazhuang. E eu lembro como se fosse hoje. Realmente foi muito especial pra mim porque eu pude conhecer essa parte da cultura de perto.

E se liga nisso:

Por mais que a cultura chinesa seja mais “interiorizada”, não costumam gritar ou se expressar muito…

No jogo, eles pulavam muito, tinham bandeiras, cantavam os hinos…

E isso foi in-crí-vel!

(O engraçado é que até pra torcer eles são organizados. Enquanto nossos jogos aqui são uma verdadeira bagunça antes, durante e depois, eles até pulam juntos – em sincronia hahaha)

Você também pode me encontrar em:

Instagram: http://instagram.com/lucas.mandarim/

Facebook: http://facebook.com/Lucasmandarimfcb

LinkedIn: http://linkedin.com/in/lucasmandarim

Spotify: https://open.spotify.com/show/0XCplci.

Youtube: youtube.com/channel/UCxy7sW-z4twGP1syLCacudw/featured

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *